Fluminense demite Oswaldo de Oliveira

Técnico não resiste após problemas com Ganso e torcida

A 21ª rodada do Campeonato Brasileiro fez mais uma vítima. Depois de Rogério Ceni, Cuca e Zé Ricardo, chegou a vez de Oswaldo de Oliveira. O Fluminense anunciou a demissão do treinador no início da tarde desta sexta (27). O auxiliar-técnico Marcão será o comandante do tricolor carioca na partida contra o Grêmio, domingo no Maracanã.

A demissão de Oswaldo de Oliveira ocorre após o empate em 1 a 1 com o Santos na última quinta. A partida foi marcada pela áspera discussão entre o técnico e o meia Paulo Henrique Ganso. Após a substituição do camisa 10, os dois trocaram ofensas e tiveram que ser apartados por jogadores e membros da comissão técnica. Além disso, no final do jogo Oswaldo respondeu a protestos da torcida com um gesto obsceno.

Questionado durante a entrevista coletiva após a partida se teria o respaldo da diretoria tricolor para continuar no comando, o técnico respondeu: “Sempre venho sozinho dar entrevista, nunca trago ninguém. Ninguém manifestou nada, ninguém falou nada. Eles me cumprimentaram pelo jogo, então a situação não sai desse patamar”.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s