Exposição Favelagrafia 2.0 revela potências criativas de favelas do RJ

Mostra se estenderá até 8 de dezembro

O projeto social Favelagrafia, lançado em 2016 volta agora com maior abrangência e novo formato, mostrando gratuitamente ao público, no Museu de Arte Moderna do Rio de Janeiro (MAM), a exposição inédita e multimídia Favelagrafia 2.0.  A mostra começa hoje (9) e se estenderá até 8 de dezembro.

A diretora da NBS SoMa, agência responsável pelo projeto, Aline Pimenta, disse à Agência Brasil que em 2016, o grande objetivo era mostrar as favelas cariocas pelo olhar de seus moradores. O projeto ganhou dois prêmios no Festival de Publicidade de Cannes, França, em 2017, nas categorias design e entretenimento,

“Existe uma imagem muito estereotipada das favelas”, disse Aline. “Como se nesses locais só houvesse atraso, armas”, explicou. O projeto decidiu então abrir inscrições em redes sociais e acabou selecionando nove jovens moradores de nove favelas do Rio de Janeiro com a missão de fotografarem as peculiaridades de cada comunidade, as paisagens do dia a dia.

Foi aberta então a conta no Instagram @favelagrafia, que foi sendo alimentada pelos nove fotógrafos com suas imagens preferidas. No final do trabalho, o MAM acolheu a exposição Favelagrafia, dada à qualidade das fotos. “De lá para cá, os nove fotógrafos participaram de uma série de eventos, palestras, viagens”, disse Aline. O grupo continuou ativo e como fotógrafos oficiais do projeto. Eles expuseram também no Instituto Tomie Ohtake, em São Paulo.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s